Feeds:
Posts
Comentários

[Vídeo]Hoshi no Uta

Anúncios

Amatsuki

Amatsuki

Mangá escrito e ilustrado por Shinobu Takayama, lançado em 2005. Tem 18 volumes até o momento e não é publicado no Brasil. Ganhou anime em 2008, de 13 episódios. Gênero: Sobrenatural/Fantasia/Ação/Histórico

 Amatsuki2

História

Tokidoki Rikugou é um aluno do ensino médio que vai mal em História. Ele vai com amigos para um museu de história que tem uma área de realidade virtual, que recria o Japão do período Edo. Ele é atacado por uma criatura, o nue, controlado pelo Yakou. É salvo por uma garota que aparece repente, Kuchiha, mas perde a visão do seu olho esquerdo.

Ele se vê preso na realidade virtual, a Amatsuki. Ele tem que se adaptar à sua nova situação, do Japão em um momento histórico com muitas coisas em processo, além de ayakashis e outras coisas sobrenaturais. Apenas assim ele poderá voltar para seu mundo. No entanto, Tokidoki também pode ser uma peça importante para os rumos da Amatsuki, que tem uma estrutura de poder difícil de ser desafiada. Enquanto isso, algo se passa nos bastidores da Corporação Sensai, que criou a realidade virtual.

 Amatsuki3

Comentário

Uma série fantástica e interessantíssima de acompanhar. No entanto, não é para todos. O mangá tem um traço bastante bonito e caprichado, com bom design de personagens, diversas criaturas e os cenários do Japão da época. O anime tem um gráfico bom. Nada espetacular, mas de qualidade. Trilha sonora boa e animação que não deixa a desejar.

A história é simplesmente sensacional. Faz um misto de lendas japonesas sobrenaturais, o momento histórico e a questão da realidade virtual. Tudo muito interessante e bem desenvolvido. O leitor/espectador talvez, ao acompanhar a história, se pergunte se o foco de sair da realidade virtual desapareceu. No entanto, é preciso entender a posição de Toki em relação a tudo isso. Apenas entendendo a personalidade e histórico dele que se compreende o rumo do enredo.

O histórico dos vários e bons personagens é um grande foco da história. Muitos recebem um desenvolvimento muito bom, explicando muitas coisas. Tanta explicação até desvia o foco do caminho principal do enredo, mas se faz necessária.

Tem momentos de ação muito bons e é um prato cheio para quem gosta das lendas do Japão, divindades, ayakashis e suas relações com humanos. É uma série que exige paciência e compreensão de quem acompanha. As respostas não aparecem rapidamente e os rumos não ficam evidentes. A imprevisibilidade é um bom atrativo da série. Portanto, é uma série que não é para todos. É para quem quer acompanhar uma série com um enredo cheio de elementos distintos, de enredo complexo e muito imprevisível em vários momentos.

O anime, com 13 episódios apenas, não mostra a série toda. É preciso acompanhar o mangá. É uma série muito interessante e até difícil de comentar, tamanha sua complexidade. Eu recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Fairy Tail – Ice Trail

 IceTrail

Mangá escrito por Mashima Hiro e ilustrado por Shirato Yuusuke. Spin-off de Fairy Tail, focando em Gray. Lançado em 2014 e ainda em andamento. Não é publicado no Brasil. Gênero: Ação/Fantasia/Aventura

 IceTrail2

História

Gray Fullbuster é um jovem mago, aprendiz de Ur. Ele parte em uma jornada para conhecer o mundo, após o sacrifício da mestra. Ele se encontra com várias pessoas e inimigos em potencial. E também, Gildarts, da Fairy Tail.

 IceTrail3

Comentário

Um mangá muito bom e interessante. Tem um traço muito bonito, de qualidade. E claro, bem fiel a Fairy Tail.

A história vai seguindo a trajetória de Gray após a morte de Ur até ele chegar na Fairy Tail, na história do mangá principal. Tem um desenvolvimento interessante, com boas lutas e muitos vilões aleatórios aparecendo. Quem gosta de Fairy Tail não vai se desapontar nem um pouco. Recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Kagerou Days

KageDays

Mangá baseado em Kagerou Project, série de músicas de Vocaloids feita por Jin. Ilustrado por Satou Mahiro. Lançado em 2012, ainda em andamento e com 6 volumes até o momento. Não é publicado no Brasil. Gênero: Sobrenatural

 KageDays2

História

Shintaro Kisaragi é um HikiNEET. Ele ficou recluso em seu quarto e só vendo a internet após um incidente em que uma amiga cometeu suicídio. A única companhia dele é uma garota cibernética, Ene. Em um dia, graças a Ene, Shintaro tem que comprar um novo teclado. Na loja em que ele vai, acaba se envolvendo em uma difícil situação. Vira refém de um grupo de terroristas.

Ele consegue se safar e conhece o Mekakushi Dan, um grupo secreto formado por pessoas com poderes, graças a olhos especiais. Convivendo com esse grupo, Shintaro pode ter as respostas sobre o incidente passado, que envolve algo muito maior e relacionado aos poderes.

 KageDays3

Comentário

Um excelente mangá para a franquia. Tem um traço bastante bonito e bem feito, com bons detalhes em muitas coisas e bom design de personagens.

O enredo é muito bom e construído de uma forma bastante interessante com relação às músicas. Em minha opinião, muito mais interessante do que o anime, Mekaku City Actors, de 2014. Desenvolve bem os históricos dos personagens, sendo muito bom. Tem momentos de boa ação e comédia também. A questão dos poderes e a parte mais obscura são bem trabalhadas.

Para quem não conhece as músicas, talvez a compreensão da história seja meio complicada. Por isso, é bom conferir as músicas. No geral, faz uma boa adaptação das músicas, de um jeito bem interessante. Compensa demais conferir. Recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

BahamutO anime me surpreendeu em seu andamento. Seguiu o que disse no primeiro post que fiz. Não foge muito dos padrões de séries do gênero, mas também não é de baixa qualidade. Desenvolveu bem os personagens, mostrando bem os históricos. Ótimas cenas de ação e bom desenvolvimento da história, também tomando alguns ramos menos previsíveis. Supera umas expectativas e se encerra bem. Uma boa série para ver, de fato.

-by Ryuh (@GabiMTG)