Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Games’ Category

Binan

Anime lançado em 2015, de 12 episódios. Em 2014 fora lançado um mangá spin-off, feito por Umatani Kurari. Possui também light novel escrita por Takahashi Natsuko e ilustrada por Hara Yumiko, lançada em 2015 e ainda em andamento. E ainda um game para iOS e Android, esperado para Fevereiro. Gênero: Comédia/Magia/Ação/Slice of life

 Binan2

História

Atsushi e En são dois alunos do ensino médio que estavam conversando sobre coisas bem triviais numa casa de banho. É então que um vombate rosa aparece no banho. Estanhamente, ele fala e começa a falar sobre proteção da Terra. Mas ele é perseguido por Yumoto, colega de escola dos dois e filho do dono da casa de banho.

Mas, no dia seguinte, o vombate aparece de novo na escola, ainda com a proposta de proteger a Terra. Atsushi e En conseguem despistá-lo graças a Yumoto. Eles vão para a sala do Clube de Proteção da Terra, um clube de brincadeira, onde as pessoas não fazem nada, na verdade. Lá estão Io e Ryuu. Mas Yumoto e o vombate aparecem na sala.

E o vombate se revela como alguém de fora do planeta, com o objetivo de proteger a Terra. Ele dá aos 5 braceletes mágicos. Ganham assim a habilidade de lutar e proteger a Terra, com todo amor. Fazem transformações, tendo roupas e falas especiais. Tudo bastante constrangedor. E assim, defenderão a terra dos que estão com sentimentos sem amor e de um grupo que tem intenções sombrias.

 Binan3

Comentário

Primeiramente, é um anime para não se levar muito a sério. Tem um gráfico bem feito e bonito. Uma trilha sonora boa para o gênero e uma animação bem feita.

A história e tudo mais da série devem ser vistos como uma paródia a tantas séries de Magic Girls que vemos por aí, que nem Sailor Moon. Eles fazem piadas e acham tudo bastante constrangedor. Em todo caso, a história segue como é mesmo uma série de Magic Girls. Transformações, lutas e proteção da Terra. Sem algo tão elaborado ou profundo assim.

Tem uns personagens bem legais e um clima de despojamento e sátira. Ficar nervoso com a série ou achar simplesmente estúpido é não entender a proposta geral de paródia e sátira. Quem entendeu a proposta e já chegou a ver uma série de Magic Girls, pelo menos de relance, vai ter uns bons risos com essa série.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Rose & Camellia

 RoseCam

Game produzido por Nigoro, lançado em 2007. Feito para browser, apenas requerendo Flash. Gênero: Luta[?]

RoseCam2

História

Reiko, uma mulher de origem simples, se casa com Shunsuke, da prestigiosa família Tsubakikoji. No entanto, ele morre no dia seguinte ao casamento. Reiko sofre a humilhação do resto da família aristocrata. Ela então resolve agir, como a viúva do filho mais velho da casa. Tomará a casa para ela, tendo que passar pelas outras integrantes da família, em uma disputa feminina de… Tapas.RoseCam3

Comentário

Um game bastante intenso e cheio de tapas. Tem um gráfico bom, com uma arte muito bem feita. Tem uma boa trilha sonora e animação mediana, mas boa o suficiente pro game. Os controles são simples. Usa-se o mouse para clicar no botão de ataque, dar um tapa e então clicar no botão de esquiva para não levar um. É bem explicado no começo. Mas é preciso ter boa habilidade e rapidez com o mouse.

A história é bem um drama de novela. Tem bons momentos de humor. No geral, o game é mesmo bem mais de humor do que qualquer outra coisa, não sendo pra levar a sério. Para quem quiser ver um jogo de tapas entre mulheres, é uma boa pedida.

Segue o link para conferir o game: http://nigoro.jp/en/games/rose/

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

  Hoshigami

Game lançado para Playstation, em 2001, publicado pela Atlus. Ganhou remake para DS, Hoshigami Remix, em 2007. Gênero: RPG/Estratégia

 hoshigami2

História

Uma guerra entre os países do continente de Mardias estoura. Um bando de mercenários liderado por Fazz e Leimrey, é designado para proteger uma área. Eles acabam se envolvendo com uma trama sinistra e que pode decidir o futuro do continente, que sofre um problema por causa de instrumentos usados em guerra, cuja origem remonta a uma civilização antiga.

 hoshigami3

Comentário

Trata-se de um Final Fantasy Tactics em modo Hardcore. Ou um Dark Souls em RPG de estratégia, sem exageros. O game do bom e velho PS1 tem um gráfico um tanto limitado, mas satisfatório se considerar o ano da publicação. A melhor parte é a arte, de personagens com bom design. A jogabilidade é mediana, sendo de um RPG estratégico clássico. A trilha sonora é boa, mas repetitiva demais em muitas partes.

O maior destaque do game é sua insana dificuldade. Upar personagens é um processo longo, complicado e arriscado. Se seu personagem morre, ele some de vez. Tem que pegar um novo, em nível 1. Há muitos inimigos por fase, que batem duro demais. Se você for cercado por 3 oponentes de mesmo nível, seu personagem morrerá quase que certamente. O remake pra DS tem mais recursos legais e interessantes para gamers mais recentes, além de um controle melhor de dificuldade. No entanto, ela ainda se mostra desbalanceada demais.

A história é interessante em sua proporção. Podia ser algo mais longo, mais elaborado, mostrando melhor muitos personagens. Não traz tanta satisfação.

Em termos gerais, é um game para ser evitado. No entanto, para quem curte um desafio absurdo e quer ver esse título pouco conhecido, pode ser uma boa. Eu recomendaria começar jogando o remake pro DS. Em todo caso, rage e mais rage com esse game!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Wadda

Game feito por Mogeko, usando RPG Maker 2000. Traduzido ao Inglês por VGPerson. Trata-se de um RPG (ou pseudo-RPG) com muito foco na história. Do meio para o fim do game, há cenas mais fortes e até perturbadoras. Não recomendável para quem é sensível a isso. Gênero: Aventura/Fantasia

 WadanoharaScreen2

História

Wadanohara é uma bruxa do mar, filha do importante feiticeiro que salvou o reino do mar uma vez. Ela volta de uma viagem com seus familiares, mas então é barrada por um ex-familiar, Samekichi. Ele a alerta que ela não deveria voltar. De fato, um perigo iminente se aproxima do reino do mar. Caberá a Wadanohara combater isso, revendo acontecimentos do passado.

 wadda3

Comentário

Um game de rara qualidade. O gráfico em geral é limitado por ser de RPG Maker, mas isso é um fator pouco importante. A arte do game é muito boa, com ilustrações de muita qualidade, além de design de personagens legal. A trilha sonora é muito boa em todos os seus momentos. Pouco destaque para as animações de luta ou outras coisas. As cenas do game são muito bem feitas. A jogabilidade é de pouco destaque.

Como dito antes, o game foca demais na história. Os elementos de RPG são bons, mas extremamente fáceis. Sobe-se de nível incrivelmente rápido, dinheiro não é problema, tampouco achar itens de cura ou equipamentos. Assim sendo, o jogador não tem que se preocupar muito com chefões. Basta fazer um arroz com feijão dos RPGs para passar com tranquilidade e avançar no que importa, que é a história.

A história, o principal foco, é muito interessante. Começa de um jeito bastante inocente e aparentemente claro, mas se desenvolve muito bem, mostrando os personagens, históricos e uma trama mais complexa e sombria. Alguns pontos, no entanto, mereciam um pouquinho mais de esclarecimento. Mas isso não afeta o geral. Tem bons momentos de comédia, seriedade e romance. Mas também, uma coisa mais sombria e perturbadora mais pro final. Para quem quiser um game de RPG maker de qualidade, recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Bahamut

Anime lançado em 2014, baseado no game de cartas Shingeki no Bahamut, para iOS e Android. Gênero: Fantasia/Ação/Aventura

Bahamut2

História

Há muito tempo, Bahamut ameaçava destruir a terra. No entanto, deuses, demônios e humanos lutaram juntos para impedir isso. Selaram Bahamut e dividiram a chave do selo em duas partes. Uma ficou com os deuses e outra com os

demônios. A terra viveu em paz até o roubo da metade do selo que estava com os deuses.

Favaro, um caçador de recompensas, se encontrou com uma garota misteriosa, que se revelou ser um demônio, a que roubou a chave. Acabou ficando amaldiçoado, tendo uma cauda de demônio. Ele sai em uma jornada com ela até a cidade de Helheim. Enquanto isso, ele é perseguido por Kaisar, que tem contas a acertar.

Deuses e demônios estão atrás da chave. O perigo de Bahamut ressurgir é iminente.

 Bahamut3

Comentário

Uma série interessante. Tem um gráfico bem feito e detalhado. O design de personagens é um ponto que é criticado por muitos, mas eu não vejo problemas. Estilo é estilo. Tem ótima animação e boa trilha sonora.

A história não foge muito de algumas coisas bastante conhecidas em séries do gênero, mas não deixa de ser boa. Além da história principal, há outras pequenas histórias, além dos históricos dos personagens. Tem boas lutas, com direi  to a magias e mais coisas. E também, é uma série leve, com bons momentos cômicos. Vale a pena conferir.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

[Vídeo]El Paradiso

Read Full Post »

corda2a

Anime lançado em 2014, adaptado do game para PSP La Corda d’Oro 3 e o mangá Linden Hall no Aria. Gênero: Harém invertido/Música

 corda2b

História

A história se passa anos depois dos acontecimentos do La Corda anterior, da protagonista Kahoko Hino. Kanade Kohinata é uma garota que gosta e tem talento com o violino desde mais nova. Após um conserto, ela vê um papel com uma pergunta. No caso, seria se ela já teria atingido seu limite.

Ela e um amigo de infância, Kyouya Kisaragi, vão ao colégio Seisou, cujo clube de música está se preparando para um campeonato nacional de música. Lá eles encontram Ritsu, outro amigo de infância, decidido a fazer a escola ganhar o campeonato. Kanade e Kyouya acabam participando. Kanade então se prepara melhorando suas habilidades e também se relaciona com os outros participantes do campeonato.

 corda2c

Comentário

O comentário vai se basear majoritariamente no anime, claramente. Tem um gráfico bom e simples. Uma trilha sonora de ótima qualidade e animação boa.

A história se mostra bastante clara e simples. A protagonista buscará ir bem no campeonato e se aprimorar, com as clássica relações entre ela e os rapazes aparecendo. O que deixa a coisa mais interessante é a história de cada personagem e seu desenvolvimento, mostrando seus motivos e convicções. A música é bem explorada, explicando alguns elementos da música clássica. Não é tão didático quanto os primeiros animes de La Corda d’Oro, no entanto.

Tem bons momentos de romance e uns mais cômicos também, além da qualidade musical de sempre, que pode despertar o interesse na música clássica. Para quem acompanhou os animes anteriores e gosta do gênero, é uma boa pedida!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Older Posts »