Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \31\UTC 2011

Feliz Ano-Novo!

Esse foi o primeiro ano em que postamos do começo ao fim do ano (em 2010, foi de Julho até Dezembro). Ficamos felizes e orgulhosos por manter esse ritmo de postagens. Desejamos a todos um feliz Ano-Novo e que 2012 seja um ano de mais prosperidade!

FELIZ ANO-NOVO!

Anúncios

Read Full Post »

Nesse post, citarei os animes que, em minha opinião, foram os melhores desse ano. Tivemos levas muito boas, aliás.

Gosick

Tem uma história muito boa e construída, elabora bem as partes investigativas… Além disso, é muito cativante. Quem não ficou na torcida pelo Kujo e pela Victorique no final?

C The Money of Soul and Possibility Control

Há muito tempo se fala sobre crise financeira e sobre repensar os nossos hábitos consumistas e o valor do dinheiro. C é um anime para assistir e pensar muito sobre isso. É um anime profundo, com mensagens interessantes e também tem lutas bem feitas e com boa proposta.

Deadman Wonderland

É fato que o anime de DW acabou com um nº pequeno de episódios, e que seria bem melhor se tivesse mais episódios. No entanto, foi um anime muito bom e envolvente, com direito a lutas bem sangrentas, ótimas para quem é fã do gênero. Agora é acompanhar o mangá ou torcer muito por uma possível continuação do anime.

Steins;Gate

Um dos melhores títulos de sci-fi que já vi em tempos, e o melhor de 2011. Tem uma história muito boa, focando em vários personagens e nas diversas possibilidades, além de lidar com uma grande problemática (Mayuri e seu “destino”). Por esses motivos que ficou algo tão cativante e imperdível.

Kamisama no Memochou

Segue uma fórmula parecida com a de Gosick, mas se mostrou distinto. Também constrói bem as investigações e tem personagens muito legais. Leva a uma certa reflexão de alguns temas atuais.

Mirai Nikki

É um título e tanto, quase épico. Uma trama psicológica muito boa, com perseguições em um battle royale eletrizante. Além disso, tem uma das personagens yanderes mais notáveis: Gasai Yuno.

Fate/Zero

Esse superou todas as minhas expectativas e até certo pessimismo meu, já que não gostei do jeito que o anime de Fate/Stay Night foi feito. Seu maior ponto forte é focar em vários personagens, abordar suas idéias e objetivos. Tem um conjunto técnico muito bom, com gráficos e animação muitos bons e uma grande trilha sonora. Ainda renderá bastante em 2012.

Persona 4: The Animation

Um título muito esperado por muitos, e que não me decepcionou. Muda algumas coisas em relação ao game, mas, é o esperado de uma adaptação. Retrata bem as batalhas e outros elementos. Também acompanha bem os social links, que é algo vital nos games Persona.

Sket Dance

Ok, ok… Sei que muitos vão discordar de mim nesse título. Nem todos os episódios foram extremamente engraçados, sendo que muitos foram realmente fracos. Mas, é uma comédia escolar que tem um humor de bom gosto e que passa mensagens legais ao expectador. Sket Dance é um anime que me dá gosto de acompanhar.

Bem, essa foi a minha seleção. Quer acrescentar algum anime? Comente abaixo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Nós, do Anime no Kizuna, desejamos a vocês um

FELIZ NATAL!

por @GabiMTG e @Italink_Chan

Read Full Post »

Clique na imagem para visualizar melhor

Bons títulos estão por vir…

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Navi’s Song (Hey, Listen!)

 

Ah, Navi…

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Code Geass: Nightmare of Nunnally

Mangá adaptado do anime Code Geass: Lelouch of the Rebellion, feito por Takuma Tomomasa. Foi lançado em 2007 no Japão e finalizado em 2009, com 5 volumes ao todo. No Brasil, é publicado pela JBC. Gênero: Mecha/Ação/Drama

 

História

O Império britanniano invade o Japão e domina completamente, denominando-o “Área Eleven”. Lelouch e Nunnally são príncipes de Britannia que tinham sido exilados ao Japão antes da invasão. Lelouch jura destruir a Britannia. Anos depois, Lelouch se envolve em um incidente com terroristas que querem a libertação do Japão e uma suposta cápsula de gás venenoso. Mas, ao invés de gás, Lelouch encontra uma garota misteriosa, C.C. Nunnally, no meio do incidente, ouve uma voz a chamando, dizendo que seu irmão estava em risco. Com medo de perder seu irmão, já tendo perdido a visão e a mobilidade nas pernas, se desespera e vai até o lugar do incidente. Lá, ela consegue perceber a destruição, e uma entidade ligada a C.C, Nemo, oferece um contrato, que concede incríveis poderes a Nunnally.

 

Comentário

É um mangá com uma proposta de adaptação bem mais divergente e que beira a algo mais forçado. Tem um traço mediano, em especial no design dos personagens. O enredo distorce muito a história original (bem mais que o Suzaku of the Counterattack, do post anterior) e suprime as ações de Lelouch, focando bem mais a Nunnally, claro. Alguns bons personagens da história original aparecem nesse mangá, como a Cornelia, o que é algo bom. No entanto, toda a questão da Nunnally com poderes incríveis, outra entidade relacionada com o Geass, entre outras coisas, dá a impressão de ser algo bem mais forçado, quase absurdo. Não recomendaria esse mangá a não ser que você seja um grande fã da Nunnally.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Mangá adaptado do anime Code Geass: Lelouch of the Rebellion, feito por Atsuro Yomino. A história foca no personagem Suzaku Kururugi. Foi lançado em 2007 no Japão, com 2 volumes. No Brasil, foi publicado pela JBC. Gênero: Mecha/Ação/Drama

 

História

O Império britanniano invade o Japão e domina completamente, denominando-o “Área Eleven”. Suzaku Kururugi é filho do falecido primeiro-ministro japonês e virou um soldado de Britannia sonhando em um dia mudar o mundo. Em uma missão de perseguição a terroristas, Suzaku se reencontra com seu amigo de infância, Lelouch Lamperouge, perto do que seria uma capsula de gás venenoso. Suzaku desobedece à ordem do seu oficial superior de matar Lelouch e é baleado, aparentemente morrendo. Após isso, Lelouch ganha um poder de manipular as pessoas, o Geass, e com isso, segue com um plano de destruir a Britannia.

Suzaku recobra a consciência e se une ao departamento de tecnologia de Britannia para testar uma armadura de combate, o Lancelot. Com essa armadura, Suzaku vê a chance de conquistar seus objetivos, mas ainda teria que lidar com a Ordem dos Cavaleiros Negros e  sombras do passado.

 

Comentário

Esse foi o 2º mangá adaptado do anime. Trata-se de uma história alternativa que tem bons atributos. Tem um traço muito bom e construído, com detalhes bem feitos e um bom design de personagens. O enredo em si foca somente o Suzaku, quase não fala sobre o Lelouch e é muito diferente do enredo original, mudando personagens e muitos conceitos, podendo frustrar a muitos. Por exemplo, o conceito de Geass é muito modificado (ligado ao sistema Knightmare), e pode não convencer muito. No entanto, não é um enredo absurdo, sendo bem construído. O único detalhe é que os capítulos finais apresentam as coisas de uma forma apressada demais. De resto, é uma história interessante de se ler, explorando bem o histórico e o psicológico do Suzaku. Vale a pena ler caso você goste do personagem e quer ver uma história bem alternativa.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Older Posts »