Feeds:
Posts
Comentários

Archive for setembro \26\UTC 2010

CardCaptor Sakura

Cardcaptor Sakura é um mangá produzido pela Clamp (1996-2005), com 12 volumes (Japão) e 24 (Brasil). O anime é dirigido por Mamoru Kanbe, com um total de 70 episódios. Também possui 2 filmes com a direção de Morio Asaka. Gênero:  Aventura/Mahou Shoujo/Romance.

História

Sakura Kinomoto é uma garota de 10 anos que mora na cidade de Tomoeda (Cidade criada pela Clamp) junto com seu pai e irmão, sua mãe faleceu por causa de uma terrível doença.

Sakura acidentalmente abriu um livro que possuía cartas mágicas denominadas Cartas Clow, lendo o nome ‘vento’, sem querer, ela acaba libertando a carta, que com o seu poder mágico da qual o nome da já o diz, acaba espalhando quase todas as cartas do livro restando apenas uma.

Do livro, também surge uma pequena criatura chamada Kerberos, cujo este é guardião das cartas. Ele possui a forma de um bichinho de pelúcia (aproveitando-se disso, ele tenta se disfarçar na presença do irmão de Sakura), sua verdadeira forma assemelhasse a um felino grande, porém, com as cartas de seus atributos espalhadas, ele não consegue se transformar.

Junto dele, Sakura começa a ir em busca das cartas, seu dever é aprisioná-las novamente para impedir que algo ruim aconteça à Tomoeda. Sua amiga Tomoyo sempre a apóia, e tenta filmar todas as suas façanhas.

Mais tarde, aparece um garoto chamado Syaoran Li, que também está atrás das cartas e se torna um rival para Sakura, mas com o passar do tempo, estes se tornam aliados e daí começa a nascer uma paixão.

Yukito, melhor amigo do irmão de Sakura, da qual esta também tinha uma pequena ‘queda’, é um garoto um tanto doce (e que também come muito!). Na verdade, ele também é um guardião, denominado Yue, ele usa sua forma humana para se disfarçar de todos.

Mais pro meio da história aparece um personagem chamado Eriol Hiiragizawa, que se diz ser a reencarnação do mago Clow. Nisso, Sakura começa a transformar as cartas em suas próprias com seu novo báculo.

Comentário

É uma série bastante interessante e muito legal, o desenrolar das batalhas são chamativos e também as vezes tem aquele humor ‘chibi’ que todos gostam de ver. Além de ser um grande clássico que já marcou a infância de muitas pessoas (inclusive a minha).

by: Rabi =3

Anúncios

Read Full Post »

Começamos aqui mais uma sala de bate-papo, agradecemos por mandarem mais perguntas =D

Então vamos lá ;D

1- Se o Ryuh é o Diego Tardeli do blog, pois é o mais crucial, quem seria o Rabi, Piros e Zero, se tratando de jogadores do futebol? (Enviada por Silabus)

Rabi: Hum, eu gosto do Kaká, mas acho que ele não serve pra mim hahaha xD
Ryuh:
Eu diria que o Piros é o Washington, Zero o Valdívia e Rabi o Fernando Torres

2- Pergunto pro Ryuh e pro Rabi… Que músicas vcs tem no mp3 de vcs? Que gênero? (Enviada por Marcia)

Rabi: Olha, as músicas que eu tenho….são mais de 200 por isso não vou falar tudo xD  Mas a maioria é de vocaloid, como: World Is Mine, Magnet, Popipo…essas coisas. Só tenho uma ou outra música em inglês e na maioria é dos Beatles.
RyuhNa maioria são músicas japonesas. J-Music, Rock e instrumentais. Além das de vocaloids.

3- Ryuh, Rabi, vcs se consideram otakus? (Enviada por Dean)

Rabi: *suando frio* Olha, na verdade….eu tenho medo deles, são muito inquietos, acho que isso me incomoda um pouco, portanto, não me considero um.
RyuhPela denominação original de otaku, eu não seria um. Hehe

4- Rabi, vc é o que mais tem ganhado popularidade entre os autores, vc já se vê tão importante quanto o Ryuh ou o Zero? (Enviada por Takagi)

Rabi: bom, acho que estão num nível mais elevado do que eu, de fato, mas agradeço o carinho dos leitores =D
isso talvez me torne importante também, né xD
RyuhO Rabi ganha popularidade por fazer ótimos posts e ter presença. Eu acertei em convidá-lo ao blog. =D

Novamente, agradecemos por suas perguntas, caros leitores!

Estamos esperando por mais, por favor, enviem suas perguntas! ;D

by: Rabi =3

Read Full Post »

Blue Dragon RalΩGrad

Série de mangá escrita por Tsuneo Takano e ilustrada por Takeshi Obata (mesmo de Hikaru no Go, Death Note e Bakuman). O mangá foi publicado no Japão entre 2006 e 2007 pela Jump, tendo 4 volumes e é publicado no Brasil pela JBC. Não possui anime e não tem relação com o Blue Dragon ilustrado por Akira Toriyama. Gênero: Fantasia/Aventura.

História

O mundo da série é infestado por criaturas demoníacas, chamadas de sombras, atacando reinos e seus povos. Para salvar o mundo, a esperança é Ral, um garoto que tem relação simbiótica com uma sombra, Grad. Ral sempre esteve aprisionado, sendo educado por Mio, sua professora particular, e agora é encarregado de proteger seu reino das sombras e parte junto com Mio, aproveitando para conhecer o mundo.

Comentário

É um mangá com traços muito bons, dignos do mangaká que ilustrou Death Note. O enredo é interessante e possui bons momentos de humor e ação.  Quem já viu o Blue Dragon de Toriyama vai achar bastante interessante o mangá e sua concepção das sombras. Como ainda está sendo publicado aqui no Brasil, ainda há tempo de acompanhar esta bela série.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Bom,vocês já devem ter jogado o tão famoso Sonic de Mega Drive, sabe aquelas músicas de fundo animadas que tinham em todas as fases ? Pois é, todas elas são produzidas pelo guitarrista Jun Senoue e mais tarde o vocalista de hard rock Johnny Gioeli formando a banda Crush40, que atualmente produzem as melhores músicas dos games de Sonic atuais.

Crush40

A esquerda Johnny Gioeli(Vocalista) e a direita Jun Senoue(Guitarrista)

O Crush40 iniciou-se dentro da própria SEGA, (como a Alpha Lyla,que fez as músicas de Street Fighter 2) quando o produtor de som Jun Senoue ( que fez seu primeiro trabalho em Sonic The Hedgehog 3) e o Johnny Gioeli ( Vocalista da banda Axel Rudi Pell) resolveram se unir, após o vocalista contactar Jun Senoue,comporam a primeira música em grupo “Open Your Heart” (que é muito boa por sinal *-*).

O nome primário decidido foi Sons of Angels,que após uma banda Norueguesa adotar esse nome, o Vocalista resolveu mudar para Crush40,a banda produziu apenas Open Your Heart, porém os dois continuaram em contato,até serem chamados para fazer a trilha sonora de Sonic Adventure 2 em 1998, (quando o Dreamcast ainda era a plataforma do momento) e a música resultante foi “Live And Learn” que se tornou o tema principal do jogo,e com terminando com a adição de Naoto Shibata e Hirotsugu Homma a banda (o Crush40 também produziu o tema de NASCAR Arcades).

A banda não lançou um álbum desde 2009 D:, mas ainda fizeram algumas singles para os atuais jogos de Sonic.

Live And Learn, um clássico *-*

Knight Of The Wind não citei, mas é ótima, que nem diz uma amiga minha “The Fucking Knight Of The Fucking Wind”

Read Full Post »

Vocaloid em português

Pois é, quem diria, existem músicas de vocaloid em português!

Esses dias eu estava aqui, xeretando no youtube, totalmente sem nada pra fazer, quando de repente, uma amiga minha me passa uma versão em português de Bad Apple, da Miku Hatsune, e também o Hino Nacional cantado pela Megurine Luka!

Devo dizer que ambas as músicas me espantaram, foi incrível vê-las cantando em nossa língua, e devo dizer que ficou muito bom, levando em conta que se passar pro inglês já é difícil, imagine pra português!

E como em algumas palavras fica meio difícil de entender o que elas dizem, legendas foram adicionadas nos vídeos, espero que gostem!

Aqui estão os Links:

http://www.youtube.com/watch?v=22tPurTDd7A&p=C78D65195FDF7276&playnext=1&index=42

http://www.youtube.com/watch?v=CMdQp4E6j0U

by: Rabi =3

Read Full Post »

Tales of Phantasia (OVA)

OVA lançada entre 2004 e 2006 no Japão, tendo 4 episódios ao todo, baseada no jogo de mesmo nome, da Namco. Gênero: Fantasia/Ação

História

A OVA tem basicamente a mesma história do jogo, com pequenas alterações. Dhaos é um feiticeiro maligno, que ameaçava o equilíbrio do mundo. Então, quatro guerreiros lutam contra Dhaos, e conseguem selá-lo em um esquife, usando 2 medalhões.

Entre eles estavam Miguel Alvein, o mestre espadachim, e Maria Alvein, a arqueira, que voltaram à sua vila natal, Totus. Lá voltaram a viver normalmente e ensinavam o filho Cless a lutar, para proteger o medalhão. Um dia, durante uma caçada do rapaz com seu amigo Chester, a vila é atacada. Miguel e Maria tentam lutar contra os invasores, mas são derrotados e mortos, assim como todos os habitantes do lugar. Chester queria só ficar por lá, lamentando-se. No entanto, Cless decide partir para se vingar.

E agora Cless parte em uma jornada, que envolveria a questão dos homens e dos elfos e pessoas que querem reviver Dhaos, e trazer o caos ao mundo.

Cometário

Tales of Phantasia se apresenta como um ótimo título, não só no jogo, mas na OVA também. Possui gráficos muito bons, com toda a qualidade que os animes das séries Tales costumam ter. A trilha sonora é igualmente é boa, que nem a animação, especialmente para o ano de produção. O enredo da OVA não é tão rico quanto o do jogo, o que é de se esperar, mas mesmo assim está muito bem adaptado, mantendo a complexidade e a possibilidade de surpresas. Tem boas lutas tudo o que algo Tales tem direito.  Recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Zero no Tsukaima

Começou como Light Novel, escrita por Noboru Yamaguchi e ilustrada por Eiji Usatsuka. Ganhou 3 temporadas de anime, a primeira, em 2006, com 13 episódios. A segunda temporada,  Zero no Tsukaima: Futatsuki no Kishi, foi lançada em 2007, com 12 episódios e a terceira, Zero no Tsukaima: Princesse no Rondo, em 2008, com 12 episódios também.

Ganhou 2 mangás, um de mesmo nome, publicado em 2006 e Zero no Tsukaima Gaiden: Tabatha no Bōken, publicado em 2007. Ambos ainda estão sendo publicados no Japão e não há publicação no Brasil. Gênero: Ecchi, Comédia, Romance, Fantasia

História

A história de Zero no Tsukaima se passa em um mundo em que pessoas que sabem usar magias são magos ou nobres e quem não sabe é um mero plebeu. Louise é uma nobre, mas é péssima em usar magia, sempre causando uma explosão quando tenta usar magia. Os magos são classificados de acordo com o número de elementos que sabem usar nas magias, e Louise não é boa com nenhum elemento, por isso recebeu o apelido de Zero Louise.

E chega o dia mais importante para os magos, o dia em que invocariam um familiar, uma criatura que seria para sempre seu guardião, invocados de outros mundos. Todos os alunos invocaram as mais diversas criaturas, e na vez de Louise, ela invocou um humano, que seria do nosso mundo, Hiraga Saito, que é visto como plebeu para os outros alunos.  Louise ficou humilhada, mas agora não lhe restava mais nada a não ser aceitar Saito.

No entanto, Saito não é um familiar, possui um grande e misterioso poder, e não quer ficar naquele mundo pra sempre e há um mistério por trás da incapacidade de Louise de usar magia. Os dois agora tentam desvendar tais mistérios.

Comentário

Zero no Tsukaima é uma série divertida. Tem um gráfico bom, com uma trilha sonora boa e uma animação mediana. A proposta é interessante e bem feita, com foco na relação entre Saito e Louise (que fica mais intensa e com toques de perversão ao longo das temporadas) e nos problemas do mundo de Louise. Tem boas cenas de ação, momentos de humor e romance, com os vários personagens também sendo elaborados. Dentre as 3 temporadas, eu diria que a melhor foi a primeira.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Older Posts »