Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \31\UTC 2010

Sengoku Basara

Anime adaptado do jogo de mesmo nome (lançado nos EUA como Devil Kings), escrito por Yasuyuki Muto. Foi lançado em 2009 e já tem uma continuação, Sengoku Basara Ni, lançado recentemente, em Julho desse ano.

 

A história se passa no Período Sengoku do Japão, onde o Japão tinha muitos generais que lutavam entre sim por poder político. O general que mais apresentava perigo era Nobunaga Oda, o “Rei Demônio”, que pretendia unir o Japão na base da força, mesmo que para isso precisasse destruir seus próprios aliados.

Dois guerreiros, de partes distantes entre si, Masamune Date, o dragão de um olho só e Yukimura Sanada, junto com outros generais, se unem para derrotar Nobunaga Oda.

Comentário

É um anime de muita beleza gráfica, com intensa ação. E também é ótimo para aprender sobre a história japonesa. Masamune tem um estilo insano de luta, usando 6 espadas, fazendo inveja em muitos outros personagens por aí. Outro grande destaque é a trilha sonora, muito bem feita. Vale a pena conferir!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Como surgiu sua paixão pelo desenho, e com quantos anos você começou a desenhar?

Comecei a desenhar quando eu era muito jovem, mas eu parei por um tempo. Comecei novamente depois de concluir meus estudos, e, após 3 anos, mandei meus trabalhos para editoras diferentes. Felizmente, a Shogakukan se interessou e me permitiu começar a publicar um ano mais tarde, tornando meu sonho realidade.

Qual é o seu mangá favorito entre suas próprias obras?

O título que eu mais gosto é Maru, Sankaku, Shikaku (círculo, triângulo, quadrado). Eu trabalhei nele 3 anos depois de me tornar profissional. Naquela época, eu estava muito entusiasmada e tudo era novo para mim, e é por isso que eu gosto deste título.
Além do mais, Sumire wa BLUEBokura ga ita; ambos são histórias tristes, masMaru, Sankaku, Shikaku é mais uma comédia-romântica leve, e eu prefiro ler esse tipo de trabalho.

Você planejou Bokura ga Ita como uma série de curta duração, ou esperava que fosse tão longa?

No início, eu não esperava que fosse tão longa, mas, no Japão, o Mangáka pode ser solicitado a estender a história de seu mangá por votação dos leitores. Desde que o título foi bem recebido por leitores, meu editor me pediu para estendê-lo. Quando eu comecei, eu estava pensando em 5 ou 6 volumes.

Você pode revelar algo sobre o desenvolvimento da história de Bokura ga Ita?

Nos novos 3 capítulos, Nanami e Yano se encontram. Há também um grande evento entre Nanami e Takeuchi, mas é um segredo!

Você tem algum projeto depois Bokura ga ita?

Não, eu não pensei nisso. Vou pensar nisso depois que eu concluir este trabalho.

Quem são seus Mangáka favoritos, suas inspirações?

Eu aprecio as obras de Fusako Kuramochi e IKUEMI Ryou. Eles provavelmente não são conhecidos na França. Eles são meus senpai há de mais de 10 anos, mas eles têm me muito influenciado no mangá shoujo. Espero que sejam publicados na França, para que você também possam apreciar as obras deles.

Quem é seu personagem favorito entre os elencos de Bokura ga ita e Sumire wa BLUE?

Fusako Kuramochi e Ryou Ikuemi foram os que mais me influenciaram. E, quando eu estava olhando para as suas técnicas de desenho, eu queria fazer meu próprio mangá mais real. Eu tento fazer meus personagens ficarem mais próximos da realidade, não por minhas próprias escolhas.

Qual é a sua fonte de inspiração?

Costumo ouvir música pop, mas, quando eu desenho, eu só ouço músicas da época em eu estava na faculdade.

Esta é a sua primeira sessão de autógrafos, incluindo as do Japão. Quais são seus sentimentos e suas impressões sobre o seu primeiro encontro com seu público?

No Japão, eu nunca aceitei autografar meus livros, isso porque eu não quero que as pessoas tenham a minha imagem em mente quando lerem o meu mangá.

Mas, como me foi dada a oportunidade de conhecer a França, eu aceitei o convite. Eu sabia que havia um grande número de leitores na França, mas nunca imaginei como eles eram. Eu assisti o cosplay, ontem à noite, e fiquei realmente surpresa de ver que vocês gostam tanto de mangá. Geralmente, os japoneses não sabem que os franceses gostam tanto de mangá, eu fiquei muito emocionada.

Você estaria interessada em participar na criação, com um autor quadrinhos europeus?

Como você sabe, mangá é em preto e branco, fiquei muito surpresa ao saber que quadrinhos europeus são elaborados em cores. Então, se me for dada a oportunidade, gostaria de desenhar neste estilo.

Qual é o seu sentimento sobre o anime Bokura ga Ita?

Ah!? Então você já viu?
O diretor de Bokura ga ita é um grande fã do mangá. Quando vi a adaptação, foi tão bom, fiquei muito surpresa e feliz. Ele não quebrou a imagem do mangá. Mas, francamente, voz Nanami é muito longe do que eu imaginava.

Que perguntou que tipo de voz você imagina para a sua heroína?

Eu imaginei uma voz mais ativa e animada, quando a voz no anime foi bastante “débil”. Eu teria preferido uma voz como a de Mizuchin.

Você fez algum curso acadêmico para aprender a desenhar?

Na verdade, japonês não aprende a desenhar em uma escola. Começamos a desenhar quando somos bem pequenos, e, pela perseverança, você pode se tornar um mangáka.

Como você organiza o seu dia, seu trabalho, sua folha?

O trabalho de um mangáka é muito difícil, você tem que suportar a falta de sono. O tempo de trabalho é muito instável, mas eu trabalho para uma mangáshi publicada mensalmente pela Shogakukan. Durante um mês, é de 3 semanas de desenho, onde é essencialmente fazer as folhas de original a ser publicado (o “nome”), então devo discutir com o meu gerente para ver se eu preciso mudar alguma coisa.

Os personagens Yano (de Bokura Ga Ita) e Shinobu (de Sumire wa BLUE) são muito possessivos, por isso gostaria de saber se é algo que você gosta de colocar em suas histórias, se é algo pessoal, ou apenas coincidência?

Eu não prestei muita atenção nisso, mas, efetivamente, é verdade. Mas eu estava decidida sobre este comportamento para o caráter de Shinobu, e foi bem fácil desenhar depois.

Gostaria de saber a inspiração para suas 2 obras lançadas na França, como ela tem as idéias para a história?

Para Bokura ga ita, meu editor na época me pediu para mudar as habituais histórias de “vida escolar”. Lembrei-me que um de meus amigos estava em uma situação um pouco parecida com a de Yano no final do mangá. Então entrei em contato com ele para me contar um pouco sobre sua história. Desde então, o editor mudou de posição.
Por Sumire wa BLUE, eu tinha um outro editor, uma mulher neste momento. Ela acreditava que um homem, para ser elegante, tem que fazer algum tipo de esporte. Então, ela queria absolutamente que o herói fosse um esportista. E como em Koshiro, onde fui criada, há um clube de hóquei de renome, eu naturalmente escolhi este esporte.

Para terminar nossa entrevista, gostaríamos de saber quantos mais volumes de Bokura ga ita você planeja para finalizar o mangá?

Eu acho que, se eu puder perfeitamente organizar a história, o mangá deve ter um total de 14 volumes.

Fonte:http://bokura.autom4tica.net/?p=224

Read Full Post »

Anime criado por Ryōsuke Takahashi junto com o estúdio Sunrise. Foi lançado em 2006, sendo exibido até 2007. Não possui mangá e conta com 26 episódios. Anime de ação, com lutas de samurais.

História

A história se passa no final do período do Xogunato no Japão, onde o país era mais controlado pelos xoguns, líderes militares, do que pelo imperador. No entanto, uma guerra estava por vir.
Akizuki Yojiro é um obscuro mercenário, com o poder de sentir algo sobrenatural em forma de pulsação.  Seus olhos brilham e ele vai à procura da fonte da pulsação.

No caminho, ele se encontra com um grupo de teatro itinerante, que à primeira vista é só um grupo teatral mesmo, mas na verdade, eles buscam vingança pela morte dos pais do líder do grupo. Yojiro então se une a eles, enquanto tramóias obscuras se aproximam.

Comentário

Mais uma ótima série para entender mais da história do Japão, como Sengoku Basara e Rurouni Kenshin. Possui traços realistas, uma elaborada trilha sonora que remete à época e boa ação com a excelente animação.

O enredo pode não parecer claro no início, mas aos poucos as coisas vão se esclarecendo e se tornando cada vez mais interessantes. Os personagens são interessantes e cativantes. Qualquer um deles pode captar bem a atenção e simpatia do espectador. A parte sobrenatural no meio do contexto histórico é grande atrativo é muito bem feita.

Por ser um anime original (não adaptado de mangá), pode-se assistir sem o medo do anime terminar do nada e sua história continuar no mangá. É uma ótima pedida.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Bokura Ga Ita é um belo mangá de romance escrito por Yuuki Obata.Publicado em 2002 pela Shogakukan  tem feito muito sucesso com o gênero shoujo.Sendo publicado na Espanha e na França.Atualmente o mangá se encontra no volume 13 e está em andamento.

História

Conta a história de um menino popular chamado Motoharu Yano que dizem ter conquistado 2/3 das meninas do colégio.Esse menino sofre com um trauma com seu antigo relacionamento.Porém chega no colégio Nana (possui mesmo nome de sua antiga namorada) dizendo que não deixaria se encantar por Yano e que ele é mais um daqueles garotos que ficam se achando por aí contando vantagem pelas conquistas,porém seu coração a surpreende batendo mais forte por ele.

Bokura Ga Ita gira em torno desse casal mostrando situações diárias do casal,porém o passado amargo de Yano impõe um desafio a Nana.Será ela capaz de entendê-lo?

Comentário

§ A priori achei o anime um pouco sem tempero ,chato e sem atrativo por apresentar uma história comum e sem perspectiva,apesar disso esperei para ver até onde aquilo ia chegar. §

Passando a mesmice foram se revelando as habilidades de Yuuki Obata,as personagens é o forte da trama,carregados de sentimentos são o tempero do anime ,é impressionante como você se envolve com elas.

Recomendo esse animê para quem gosta de shoujo,é extremamente romântico como se estivesse em sonho e os traços são belos.Outro atrativo é a trilha sonora combinando perfeitamente com a situação e o local ,sem falar que a abertura já deixa uma idéia do que o anime te reserva.

Eu comecei falando do mangá e passei pro anime sem nem perceber ,primeiro li o mangá,mas não achei a continuação então passei a assistir o anime que para mim tem mais atrativo em conseqüência da trilha sonora que é mesmo muito marcante.

O anime, do estúdio ArtLand e dirigido por Daichi Akitaro(mesmo diretor de Fruits Basket) ,foi ao ar em Julho de 2006.Recente,imperdível,confiram!

-By Kiryuu ( trarei entrevista com mangaká no próximo post)

Read Full Post »

Mangá  escrito e desenhado por Nobuhiro Watsuki, publicado  em 1994 no Japão,  pela Shounen Jump, e encerrado em 1998.  Foi publicado no Brasil em 2001 pela editora JBC, com 56 volumes, mais o especial “A sakabatou de Yahiko”. Ganhou anime em 1996, com 95 episódios ao todo, tendo um filme também.

Em 2011, quando o anime completa 15 anos, foi anunciado o lançamento de  um novo anime.

História

Rurouni Kenshin (conhecido como Samurai X aqui no Brasil) se passa na Era Meiji do Japão, uma era de paz, depois de muito tempo em constantes guerras, onde não se podia mais andar com espadas por aí.

Kenshin é um andarilho (rurouni), que vaga pelo interior do país oferecendo ajuda e serviços. Antes de se tornar um andarilho, Kenshin era conhecido como “Hitokkiri Battosai”, o retalhador, por ter matado muitas pessoas na guerra do Bakumatsu.

Em arrependimento pelas mortes Kenshin virou andarilho. Durante as suas caminhadas, encontra uma dona de dojo, Kaoru Kamiya, que estava perseguindo um suposto battosai, que se dizia ser do dojo Kamiya. Kenshin decide ajudar Kaoru a capturar o impostor e então mostra sua habilidade com a espada. Kaoru fica impressionada, e então oferece um lugar para ele morar, vendo que Kenshin é o verdadeiro battosai.

Ao longo do enredo, mais personagens surgem como Sanosuke Sagara, que foi contratado para matar Kenshin, mas é derrotado, e Myōjin Yahiko, um órfão que estava vivendo de furtos. Mesmo querendo se afastar da vida de assassinatos, Kenshin tem pela frente velhos inimigos, como Saito Hajime, do tempo do Bakumatsu. E ainda tem que enfrentar poderosos inimigos que tentam abalar o período de paz, como Shishio Makoto e vários fantasmas do seu passado.

Comentário

Trata-se de um clássico da história dos animes, daqueles que vieram para ficar. Com uma história extremamente interessante, personagens elaborados e empolgantes cenas de ação. É uma boa pedida para conhecer mais um pouco da história japonesa. O anime é antigo, mas possui gráficos muito bons e os traços de Nobuhiro Watsuki no mangá são uma verdadeira obra-prima. É uma série que concilia ação, enredo, gráficos e história com boa dose de humor. Recomendo!

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

D.N. Angel

Mangá de autoria de Yukiru Sugisaki, foi lançado em 1997 no Japão, sendo publicado até hoje. No Brasil, o mangá é publicado pela JBC mensalmente, a R$10,90. D.N Angel também ganhou anime, com 26 episódios.

Daisuke Niwa, de 14 anos, vivia sua vida escolar normalmente, mas agora, por seu DNA incomum, se transforma no lendário ladrão Dark, tendo que roubar várias relíquias de museus e lidar com sua paixão: Risa Harada, sua colega.

D.N. Angel é um típico mangá shoujo, com foco no romance de Daisuke. Possui um interessante enredo e bons traços. Agradará a quem gostar do gênero. As cenas de ação com Dark dão algo a mais, quebrando a monotonia da relação amorosa. É interessante conferir.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

OVA lançada baseada na música Black Rock Shooter, da vocaloid Hatsune Miku. A história retrata a estudante Kuroi, que no primeiro dia de aula conhece Takanashi Yomi. As duas começam a formar uma amizade, mas no ano seguinte ficam em turmas diferentes. E uma grande batalha começa quando uma, com chamas nos olhos, Black Rock Shooter, encara a outra.

Uma OVA com grande capricho artístico, com gráficos e sonoplastia excelentes, e com ótima movimentação e a trama é bem elaborada. Quem já ouviu Black Rock Shooter vai com certeza gostar desse OVA. Imperdível. Já foi lançada, mas não há previsão se haverá continuação.

-by Ryuh (@GabiMTG)

Read Full Post »

Older Posts »